A asma é uma das doenças respiratórias crônicas mais comuns na população, assim como a rinite alérgica e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Segundo o Ministério da Saúde, as principais características da asma são dificuldade para respirar, chiado e aperto no peito, e respiração curta e rápida. Os sintomas podem piorar a noite e nas primeiras horas da manhã, ou em resposta à prática de exercícios físicos, exposição a alérgenos, poluição ambiental e mudanças climáticas.

Existem fatores que podem agravar os sintomas da doença, entre eles estão a exposição à poeira, ácaros, fungos, variações climáticas e infecções virais (especialmente o vírus sincicial respiratório e rinovírus, principais agentes causadores de pneumonia e resfriado, respectivamente).

O diagnóstico da asma é principalmente clínico, obtido pela anamnese (entrevista do médico com o paciente). Sempre que possível, é recomendado realizar a prova de função pulmonar para confirmar o diagnóstico e classificar a gravidade.

Tratamento

A definição do tratamento é feita a partir dos sintomas atuais, do histórico clínico e da avaliação funcional. São utilizados medicamentos para alívio rápido dos sintomas e para manutenção do controle da crise. A base do tratamento da asma persistente é o uso continuado de medicamentos com ação anti-inflamatória, também chamados controladores, sendo os corticosteroides inalatórios (bombinha) os principais. Pode-se associar também medicamentos de alívio, com efeito broncodilatador. O uso de inaladores também é comum, principalmente para as crianças, pois eles ajudam a desentupir as vias respiratórias com mais rapidez.

Não deixe de consultar o médico para uma melhor avaliação.

Os melhores aparelhos para nebulização e inalação você encontra em nossa loja. Venha conferir!

Share This